Gostaria de compartilhar com vocês uma observação minha, que há um tempo venho conversando com meus atletas e amigos, sobre um movimento involuntário ou técnica treinada que alguns goleiros vem utilizando, da qual, particularmente, não consigo me convencer da funcionalidade.

 

A seguir no vídeo, vocês irão observar e tenho certeza que logo identificarão qual é o movimento.

 

 

Espero que, se não todos, pelo menos a maioria tenha identificado sobre o que estou falando.

 

Vocês observaram, vendo o lance de frente, que, no momento do chute, o goleiro faz um salto no mesmo lugar, antes de fazer o movimento em direção a trajetória da bola.

 

 

Esse é o movimento ou técnica do qual não me convenço de sua funcionalidade, pois sabemos que a bola percorre a distância a partir do chute (ponto de origem) até o gol (ponto final) em fração de segundos, então porque perder uma fração desse tempo executando um salto no mesmo lugar, em vez de usar este tempo para sair ao encontro da bola?

 

A resposta mais comum é que com esse movimento se consegue firmar melhor a base (não é o que vemos no vídeo) e com a flexão das pernas gerar um impulso maior para cobrir a distância e assim tentar fazer a defesa.

 

Eu não vejo como isso é funcional, uma vez que essa fração de tempo usada com o salto no mesmo lugar poderá fazer com o goleiro chegue atrasado na bola.

 

 

Um exemplo simples que podemos analisar: um corredor de 100 ou 200 metros, que precisa percorrer uma determinada distância no menor tempo possível, ele na largada executa um salto no mesmo lugar para pegar mais impulso ou ele flexiona as pernas e inclina o tronco para frente, contraindo toda sua musculatura para obter mais energia e ter uma explosão maior na saída?

 

 

A grosso modo é o mesmo que passamos para nossos atletas, pés plantados no chão e afastados na distância entre ombros, pernas levemente flexionadas e tronco levemente inclinado para frente, existe ou não uma semelhança na descrição da base de um goleiro e de um corredor de provas de velocidade, então, para que esse salto?

 

 

COMPARAÇÃO:

 

 

O intuito de expor esse meu pensamento e observação é para que possamos discutir, tenho certeza que não sou o único que já observou esse movimento. Não estou afirmando que é errado, só que não me convenço da funcionalidade desse movimento.

 

Estou aguardando a opinião de vocês. Abraço

 

Gustavo Moreira

Preparador Técnico de Goleiros

ShenZhen Nanling Tielang FC