Falar sobre o Diretor de Futebol e Diretor Executivo de Futebol são assuntos, relativamente, recentes no Futebol, pelo qual, em uma pesquisa realizada em sites de busca de artigos científicos, não se encontrou nenhum estudo publicado nessa área, o que fará com que as informações contidas nesse texto, sejam extraídas de sites e entrevistas encontradas na internet, onde, na maioria dos casos, não há um cunho científico nas publicações, como se caracteriza nesse Blog.

Assim mesmo, tentaremos esclarecer da forma, mais clara e fidedigna possível, a pergunta que dá o título ao nosso texto Diretor de Futebol é o mesmo que Diretor Executivo de Futebol?

Para buscar uma definição aos termos de Diretor de Futebol e Diretor Executivo de Futebol, primeiro recorreremos ao dicionário Michaelis online para entender as definições de Diretor e Executivo.

Segundo o dicionário Michaelis online (2020), a palavra Diretor faz referência a “aquele que dirige ou administra; indivíduo que exerce o cargo mais elevado na administração de uma empresa, escola, instituição, etc.

Segundo o mesmo dicionário, a palavra Executivo refere-se ao “que executa ou realiza e que está apto para tomar decisões. Indivíduo que ocupa posição de alta responsabilidade administrativa numa empresa.”

Com base nessas definições, entendemos que o Diretor é a posição mais alta da área administrativa dentro de uma empresa e o Executivo é aquele que toma as decisões, logo, o Diretor Executivo é o cargo mais alto dentro de um clube de futebol na área administrativa do mesmo, e que tem o poder de tomar decisões.

Ok, começamos a ter uma ideia do papel de cada um, mas ainda não conseguimos responder à pergunta inicial, Diretor de Futebol é o mesmo que Diretor Executivo de Futebol?

Em setembro de 2014, o ex-Diretor de Futebol do Grêmio, Marcos Chitolina, em entrevista ao canal do Youtube Quero ser Jogador, falou sobre as atividades de um Diretor de Futebol, onde destacou que o ocupante desse cargo no Departamento Profissional do Clube trabalha junto com o Diretor Executivo de Futebol, mas não se dedica exclusivamente ao clube como o Diretor Executivo e, que por isso, é um cargo não remunerado. Acrescentou ainda, que o Diretor de Futebol é um cargo de confiança do Presidente do Clube que não passa por nenhum tipo de conselho para ter o seu nome aprovado, e que trabalha atuando dentro do vestiário dando todas as condições necessárias e requeridas para que o Departamento de Futebol Profissional funcione.

Para corroborar a colocação de Chitolina, Pedro Henriques que é advogado professor e que foi Diretor Executivo do Esporte Clube Bahia, escreveu uma coluna para revista Exame (2020) onde afirmou que os clubes do Brasil são “(...) associações civis sem fins lucrativos que tem seus gestores máximos eleitos para mandatos curtos, não sendo remunerados pelo seu trabalho e não tendo dedicação exclusiva ao seu cargo no clube (...).”

Com isso, já podemos afirmar que o Diretor de Futebol é um cargo de confiança, não remunerado, que não se dedica exclusivamente ao clube e que sua principal atribuição é trabalhar dentro do vestiário, próximo aos jogadores e comissão técnica, buscando dar todo o suporte necessário a equipe.

Mas e o Diretor Executivo de Futebol?

Para falar do Diretor Executivo, é necessário fazer referência a questão da profissionalização do Futebol e, para isso, citaremos a senhora Regina Márcia (2015), quem  escreveu uma coluna para o site administradores, ressaltando que o Brasil, antes de 2014, já dava indícios de que necessitava a profissionalização do Futebol e, que após o 7 a 1 da Alemanha, isso ficou ainda mais claro. Assim, a figura do Diretor Executivo que vinha em crescimento até então, ganhou ainda mais visibilidade e relevância na busca dessa profissionalização do Futebol.

A senhora Regina Márcia, na mesma coluna citada antes, ainda destaca que o Diretor Executivo de Futebol é responsável por “proporcionar o pleno funcionamento do departamento de Futebol de Base e Profissional”, onde para tal, tem inúmeras atribuições, as quais podemos resumir em coordenar e supervisionar tudo o que envolva o Futebol do clube, desde negociações para contratar ou dispensar atletas até gerenciar os demais departamentos ligados ao Futebol do Clube (Regina Márcia, 2015).

Chitolina (2014), quem concedeu uma entrevista referida anteriormente neste mesmo texto, disse ainda que uma das diferenças entre o Diretor de Futebol e o Diretor Executivo de Futebol, era que esse último, tem dedicação exclusiva ao clube e é remunerado.

Assim sendo, o Diretor de Futebol é um cargo de confiança escolhido diretamente pelo Presidente do Clube, que não é remunerado e nem possui dedicação exclusiva ao mesmo. Por outro lado, o Diretor Executivo de Futebol possui dedicação exclusiva ao clube, sendo remunerado e coordena todas as atividades do clube relacionadas ao Futebol de Base e Profissional.

Também é possível concluir, que como o Diretor de Futebol é um cargo de confiança, pode-se dizer que, além de ser amigo do Presidente, é um torcedor do clube, correndo o risco de ver a sua passionalidade influenciar na hora de uma tomada de decisão, diferentemente do Diretor Executivo de Futebol, que é um profissional contratado e que poderá ter ou não, algum tipo de ligação com o clube, porém no momento da tomada de decisão, deverá ser sempre imparcial e decidir sem influência de passionalidade.

Portanto, respondendo à pergunta que dá o título a nossa publicação, Diretor de Futebol não é o mesmo que Diretor Executivo de Futebol, porém é importante ressaltar que cada clube poderá ter o seu organograma com as suas características e particularidades, sendo que o descrito neste artigo não será nunca uma verdade absoluta.

E aí você gostou desse assunto? Quer saber mais? Conheça mais na nossa página do futebolinterativo.com, e não esqueça de fazer o seu registro para participar do nosso Evento de Inteligência de Mercado! Deixe o seu comentário e visite a nossa página https://mercado.futebolinterativo.com/inteligencia/, lá você poderá fazer o seu registro no Evento que é gratuito

REFERÊNCIAS

MÁRCIA, Regina. O que faz um diretor executivo de futebol? A lição dos 7x1. Coluna escrita em 2015 para o site adminstradores.com. Disponível em: https://administradores.com.br/artigos/o-que-faz-um-diretor-executivo-de-futebol, acessado em 11 de out. de 2020.

HENRIQUES, Pedro. CEO em clube de futebol: que história é essa? Revista Exame online. Disponível em: https://exame.com/blog/esporte-executivo/ceo-em-clube-de-futebol-que-historia-e-essa/, acessado em 11 de out. de 2020.

MICHAELIS online. Disponível em: https://michaelis.uol.com.br/, acessado em 11 de out. de 2020.

CHITOLINA, Marcos. Entrevista para o site queroserjogador.com em 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Bb4D9yv0JpU&ab_channel=QueroserJogador, acessado em 11 de out. de 2020.